D30

A Saga do D30 – a jornada até agora

Sempre que nos apresentamos alguém faz a famigerada pergunta: “Mas por que D30?” Geralmente respondemos com uma piada disseminada pelo querido amigo Valberto Filho, criador do nome do grupo: “D30’s são como os jogadores de RPG de Brasília. Todo mundo sabe que existem, mas ninguém nunca viu um.”

Acabamos gostando da idéia e entramos numa cruzada para fazer com que a frase do Valberto se torne apenas o que sempre foi, uma piada entre amigos.  Como assim? Bem, o objetivo maior do grupo D30 é justamente unir os fãs desse maravilhoso hobby que é o Role Playing Game. Queremos que os jogadores socializem, formem novos grupos e se divirtam sempre.

Desde sua fundação, em algum momento do ano de 2008, o Grupo D30 não tem medido esforços para fomentar encontros entre jogadores e mestres de RPG da cidade. Participamos ativamente desses encontros mestrando, jogando e fazendo com que novatos interajam com veteranos do hobby. Já são três anos de encontros, boas risadas e histórias memoráveis.

Atualmente, possuímos um evento bimestral conhecido como Encontro D30 onde mesas de vários sistemas de RPG seguem um tema sugerido pelos freqüentadores dos encontros. Temos em nosso currículo o Dia D RPG do ano de 2009, realizado no Espaço Cultural Renato Russo e diversos eventos com parcerias bacanas de livrarias da cidade.

O grupo D30 conta com Ricardo Mallen, Rafael Thomaz, Thiago Freitas, Marcello Larcher, Janary Damacena e Eugênio Cavalcante em suas fileiras, além de amigos que ajudam nos eventos e estão sempre presentes.

Este post é apenas para que, quem não nos conhece, fique sabendo que existimos e que não vamos descansar enquanto houver um rpgísta sozinho, abandonado e querendo jogar. Essa é a nossa “quest” principal e nossa razão de existir como grupo.

Bem vindos ao portal do D30!

Eugênio “Gene” Cavalcante é o mestre-jogador-nerd-rocknroll

Comments

  1. Acompanhei seus esforços desde o Dia D RPG em 2009 e estou muito feliz com o progresso de vocês! Infelizmente tenho tido que estar afastado do RPG por motivos profissionais mas pretendo voltar assim que possível e já me sinto confortável de ver que existe um grupo que fomenta o RPG em Brasília (que convenhamos, sempre foi meio fraco)! Força!

  2. Pingback: Posts que me “fizeram a cabeça” essa semana « Velhos amigos, novas histórias…

Leave a Comment