#27 Podcast D30 – Props e Handouts nos jogos

handout cthulhu 1 (1)Fotos, jornais velhos, livros com rituais antigos… quem quer viver uma imersão maior no RPG sempre usa esses artefatos, que em teatro são adereços, ou em inglês “props”. Dos velhos handouts das aventuras clássicas de D&D e CoC, até as campanhas luxuosas como Horror in the Orient Express, Dracula Dossier,  ou Enemy Within, você pode sempre apelar a algo para entregar aos seus jogadores. handout cthulhu 1 (2)
E jogadores também podem produzir seus props, com suas armas e vestimenta para mostrar aos outros. Vamos juntos com Gene Cavalcante, Marcello Larcher e eu, Janary Damacena, falar sobre essa arte escondida de usar props!

Para escutar clique aqui: 

 

 

handout cthulhu 1 (3)E ATENÇÃO: Não esqueçam que seu comentário é fundamental para sabermos o que está indo bem, o que desagrada, temas futuros, sugestões e afins. Então, deixe seu recado aqui no site ou envie pelo nosso Facebook, ou ainda pelo e-mail d30rpg@gmail.com

Para download clique com o botão direito do mouse e a opção “salvar como” em um dos seguintes links: MP3ZIP. Para acrescentar nosso podcast no I-tunes é só seguir esse endereço.

 

Cenário de Dungeon montada pelo nosso cliente @larcher!

Uma publicação compartilhada por Kimeron Miniaturas (@kimeronminiaturas) em

Algo do que rolou no podcast:
Chamado de Cthulhu 

Conheça o amado mestre LCD

Kimeron Miniaturas 

Fat Dragon Games

Dwarven Forge

Fazendo notícias como handout

Sobre Dungeoncraft:

Black Magic Craft

Wylock’s Armory

DM Scotty

E o vídeo da nossa transmissão ao vivo pelo Facebook:
 

Comments

  1. Na campanha que mestrei, usei mais hangouts. Os props eu usava em momentos muito específicos. Alguns puzzles ou posters de procurado, por exemplo. Os mapas costumam ser desenhados. O grupo tem umas folhas A3 meio plastificadas que dá pra desenhar com caneta para quadro branco. Juntando umas 2 ou 3 dá um mapa bem grande
    O que eu fiz, uma vez, foi quando alguém do grupo comprou um pergaminho de alguma magia e na sessão seguinte, eu entreguei o papel enrolado com uma fita. Dentro, estava impresso um pergaminho com a descrição da magia que ele comprou. Fora isso, não sei se conta como hangout, mas no final da campanha eu fiz um vídeo de encerramento.

    Outra coisa que o outro mestre do meu grupo já fez é pegar uma caixinha de madeira bem velha, e encher ele daquelas moedas de chocolate e entregar o grupo como se fosse tesouro.

  2. Heitor, na minha opinião, esse lance de usar handouts, props e outras paradas, ajudam o jogo a se tornar mais imersivo, faz com que os jogadores prestem mais atenção à história contada e participem mais ativamente dela ajudando a esticar a narrativa. Mas não só isso, deixa o jogo mais “bonito”, como no caso em que você citou do pergaminho. Acho um recurso bem legal e quando usado com moderação torna a partida super maneira. E digo usado com moderação pq o mestre pode se perder fazendo isso e os jogadores quando têm coisas demais, não dão o mesmo valor kkkk

    Gostei da ideia das moedas de chocolate hahahaha

  3. Pingback: #RPGaDAY 2017 – o que rola pelo @D30RPG | D30 RPG

Leave a Comment