Savage Worlds, Retropunk + crowdfunding

Quem conhece a Retropunk sabe que o Guilherme só criou a editora para que um dia pudesse realizar seu sonho de lançar no Brasil o jogo do qual é fanboy assumido: Savage Worlds. E para a nossa alegria esse dia finalmente chegou!

Lançado no dia 6 de novembro pelo site Catarse.me, o financiamento coletivo do Savage Worlds já alcançou o objetivo inicial, e o jogo já é uma realidade. Mas isso não impede que a gente continue comprando e aumentando a meta, já que vários brindes para quem se juntar o projeto! .

Atualmente os 170 apoiadores fizeram com que o projeto já arrecadasse R$ 18.847, o que garantiu o cumprimento da primeira meta e o sucesso inicial do financiamento coletivo, alem de superar o primeiro bônus!

[Se você ainda não sabe como funciona o financiamento coletivo, entre nas páginas para conhecer, é um sistema realmente interessante e muitos RPGs já foram lançados dessa forma pelo mundo.]

Porém ainda faltam 33 dias e muitas outras metas podem ser batidas liberando novas recompensas. E para aqueles que ainda não viram existe também metas para um simples curtir da página do projeto no Facebook, para liberar mais traduções.

O jogo mesmo, Savage Worlds, é um RPG premiado, que recebeu o Origins em 2004, criado por Shane Lacy Hensley e publicado originalmente pela Pinnacle Entertainment Group. Ele foi feito a partir do Dead Lands, da mesma editora, e o sistema é um desenvolvimento a partir desse cenário de “fantasia de velho oeste do futuro”.

Algumas pessoas resumem a explicação assim: “é como o GURPS com menos complicação”.  Mas ele é mais que isso, em comum os dois sistemas são genéricos o bastante para fazer qualquer tipo de jogo, de fantasia a viagens espaciais. Mas Savage Worlds se propõe a ser um novo gênero de jogo, o RPG de Ação.

Não vamos falar demais do jogo, sigam os links e deixem que o próprio Guilherme explique para vocês por que Savage World vale a pena e como você está perdendo se não entrar nessa agora!

– Tem uma resenha muito bacana do grande Diogo Nogueira, do blog Ponto de Experiência.

– O pessoal da Rolepunkers não ficou de fora, recomendo a leitura.

– Também existe um Test Drive do sistema em português, para aqueles que querem ousar antes do financiamento.

– Meus amigos Franciolli e Pedro Leone bateram um papo super bacana com o Guilherme pelo ForjaCast sobre o Savage Worlds.

– O próprio Guilherme, junto com o Del Angeles, inauguraram semana passada um hangout da Retropunk, onde a idéia será falar sobre seus lançamentos e responder as perguntas dos fanboys que estiverem online assistindo o hangout. Para quem ainda não conhece o sistema do hangout ao acabar a transmissão a mesma fica disponível no Youtube:

E para fechar segue abaixo os artigos já postados na Retropunk sobre seu novo lançamento Savage Worlds, incluindo detalhes de algumas recompensas, bem como informações sobre funcionamento de  licença para aqueles que quiserem fazer suas ambientações ou aventuras para Savage Worlds.

– SAVAGE WORLDS: O QUE É O BARALHO DE AVENTURA?

– SAVAGE WORLDS: O QUE É O BARALHO DE INICIATIVA?

– SAVAGE WORLDS: O QUE É O DADO SELVAGEM?

– SAVAGE WORLDS: ALÉM DA META INICIAL

– SAVAGE WORLDS: O QUE É O BARALHO DE INICIATIVA? (ATUALIZAÇÃO)

– SAVAGE WORLDS: O QUE É O BARALHO DE AVENTURA? (ATUALIZAÇÃO)

– SAVAGE WORLDS: LICENCIAMENTO PARA TERCEIROS

– SAVAGE WORLDS: A ALIANÇA DO TOPO DO MUNDO

 

Sobre Mallien

Ricardo Souza escreveu 50 posts neste blog.

RPGista e Gamer por paixão, profissional de TI por profissão, nerd/geek por vocação e pai babão da pequena padawan e roleplayer in training Costela Maluka.

Leave a Comment