Como foi o 51 Encontro 30, com fotos!

Foi muita gente nova jogando nesse 51° Encontro D30, cheio de mesas diferentonas e muitos sistemas de RPG. A gente sempre fala que ninguém precisa saber nada para jogar, e nessas oportunidades isso fica evidente, muitas pessoas estavam jogando aqueles sistemas pela primeira vez! Confira nas fotos!

A alegria também foi de ver muita gente que não mestrava há muito tempo e se arriscou a voltar no Encontro. O formato de aventura para encontros é muito legal para quem quer testar suas habilidades nessa área. Também foi massa ver alguns jogadores veteranos, que há tempos não participavam de uma sessão de jogo, aparecendo para rolar dados. Teve até um rapaz que se mudou do nordeste para Brasília há três anos e não conseguia mais ninguém para jogar… até, por acaso, conhecer o D30 num passeio rápido pelo shopping com a esposa.

Como o tema proporcionava uma mistureba maluca, tivemos uma mesa que começou como D&D e terminou com os personagens descobrindo que na verdade eram runners de Shadowrun. Tivemos um jogo espetacular de bom: Tales from de Loop, que é tudo aquilo que os anos 1980 deveriam ter sido (de acordo com os filmes, literatura e coisas nerds da época). Além disso, rolou o iradíssimo Dungeon Crawl Classics – e talvez tenha sido a primeira vez num Encontro!

Foi muito maneira a participação do Tiago, da Green Peanuts Tavern, um grupo de mestres bem legal. Foi uma mesa de The Strange, o RPG do Bruce Cordell com o sistema Cypher, do Monte Cook, que todo mundo precisa conhecer. É uma mistura de d20, que lembra D&D, com as coisas mais modernas tipo aspectos de FATE. E se você não sabe do que eu estou falando, devia ir pro próximo encontro…

Aliás, depois de algum tempo teve Fate. Uma mesa muito legal cheia dos dadinhos de + e – que são geniais. Foi legal vermos o GURPS voltando para a mesa de jogo como um grande medalhão do RPG, assim como Call of Cthulhu. Ambos andavam meio sumidos dos Encontros, por isso foram partidas bem concorridas. Mas falando em disputado por vaga, a mesa campeã nesse quesito deve ter sido a do nosso brother Alface, que mestrou a sensação do momento: Hora de Aventura. Deviam ter pelo menos umas 15 pessoas querendo jogar.

Um lance bacana demais foi que o Janary criou uma aventura de 3:16 – Carnificina entre as estrelas (que ele está finalizando para publicar no site) e uma semana antes recebeu ajuda do Gene, minha e do Mallen com dicas e sugestões sobre a missão. Tanto que o Ricardo Mallen se empolgou para mestrar a mesma missão com pequenas mudanças e todos os dois grupos de soldados saíram animados da mesa! Detalhe para as miniaturas de marines usadas pelos dois mestres e que foram pintadas com maestria pelo André Nunes.

Claro que tivemos vários mestres aparecendo de última hora com uma aventura embaixo do braço prontinha para desafiar os jogadores. Então tivemos tantas coisas legais nesse evento que nem vamos tentar citar todas, pois a gente ia esquecer de mestres que criaram mesas super iradas e não deixaram nada a dever!

Agradecimento especial ao Shopping Pier 21, que foi super acolhedor, e ao 60 Minutos Escape Game, que levou um jogo novo de tabuleiro deles, e sorteou 10 entradas para grupos que quiserem conhecer o novo espaço, que vai ser no próprio Pier 21. Aos parceiros de longa data, a Orgutal, a Ludoteca BGC, nosso muito obrigado pelo trabalho e por disponibilizar dados, minis, livros e jogos para os participantes. O Ateliê da Memê e o Mercado RPG, nossos amigos, também levaram coisas geeks. Todos ofereceram muitas coisas legais para sorteio, o que foi genial e fez muito jogador feliz.

E aqui estão as fotos:

51 Encontro D30

Instagram @D30RPG

 Post da Green Peanuts no Facebook:

Nesse domingo rolou um crossover do pessoal da GPT com o pessoal do D30 de Brasília! Um dos nossos integrantes mestrou…

Posted by Green Peanuts Tavern on Sunday, October 29, 2017

Leave a Comment