# 49 PODCAST D30 – Os mil Mundos de Savage Worlds

Talvez você, assim como eu, tenha passado um bom tempo buscado aquele RPG genérico bacana e modernoso nos últimos anos, até porque o GURPS parou de sair traduzido no Brasil. Ou talvez você tenha tentado achar um sistema que fosse ao mesmo tempo simples e abrangente, com regras rápidas e divertidas. Pois esse sistema, genérico, simples, abrangente, bonito e selvagem existe! É o Savage Worlds, da Pinnacle, traduzido no Brasil pela RetroPunk!

A cada lançamento da editora, mais e mais rpgistas vêm se rendendo ao sistema que já conta com todos os compêndios traduzidos para o português BR em edições de ótima qualidade. Falamos aqui dos Compêndios de Fantasia, Scifi, Superpoderes e Horror, além dos cenários de Deadlands e Weird Wars e seus respectivos suplementos.

Savage Worlds permite jogar em diversos cenários desde fantasia como Raklot (meu jabá aqui) até scifi como Star Gate e afins. É facilmente adaptável para qualquer história cinematográfica que o mestre deseja criar e suas regras são super fáceis de entender.

Para falar mais sobre o selvagem e divertido Savage Worlds, convidamos os totalmente excelentes Diogo Braga e Luiz Fernando Alface, figuras que sempre estão nos encontros do D30, junto com Marcello Larcher, Ricardo Mallen e eu, Gene Cavalcante, em mais um Podcast D30 super sensacional!

 

| Open Player in New Window

E ATENÇÃO: Não esqueça que seu comentário é fundamental para sabermos o que está indo bem, o que desagrada, temas futuros, sugestões e afins. Então, deixe seu recado aqui no site ou envie pelo nosso Facebook, ou ainda pelo e-mail d30rpg@gmail.com. Também temos um grupo de whatsappaqui está o link, mas pode usar o código QR ali do lado.

Para download clique com o botão direito do mouse e a opção “salvar como” em um dos seguintes links: MP3ZIP. Para acrescentar nosso podcast no I-tunes é só seguir esse endereço.

Um pouco do que a gente falou no podcast:

Savage Worlds

Savagecast

Crystal Heart

Weird Wars

Lankhmar

Raklot

Terra Devastada e Selvagem

Deadlands

Bang, o jogo

Rastro de Maldade

Mulheres Machonas armadas até os dentes

Wild Cards

Unknown Armies

Feira da Fruta

# 41 PODCAST D30 – Background de personagens

 

 

Sobre Gene

Eugênio Cavalcante escreveu 31 posts neste blog.

Eugênio "Gene" Cavalcante Mestrando e jogando qualquer coisa desde 1992.

Comments

  1. Gostei muito desse episódio!

    Cara, eu já tinha ouvido falar de Savage Worlds, tinha achado interessante mas nunca comprei nem li nenhum livro. Mas em compensação os baralhos de aventura eu comprei e uso em outros sistemas! acho MUUUIIITO legal!!!

    Mas agora sabendo das regras de Interlúdio e de Perseguição me parece muito mais legal do que eu pensei!!!

    Acho que vou testar o sistema esse ano! gostei muit o do episódio do Podcast!

    Ah, sim, o Didi braguinha, eu ouvi ele no podcast Tricõ de Pais ele falando quando jogou com seu filho Hora da Aventura pela primeira vez, fiquei feliz em saber que ele já jogou várias vezes com o filho dele e agora tá querendo usar outros sistemas… muito bom, fico super animado para jogar com mais crianças e jogar com meus dois filhos juntos um dia… tenho um de 2 e uma de 7 meses…

    1. Sobre mestrar para os próprios filhos, nem precisa esperar demais, pois entre 2 e 6 anos de idade eles já começam as brincadeiras dramáticas! Pergunte pro Rafael Thomaz!

  2. Fala Marcelo beleza?

    Muito massa mesmo né? Aplicar o baralho de aventuras em outros sistemas é uma ideía genial! Didi é um grande amigo e mega fã do sistema, logo mais do que justo trazê-lo para esse podcast, já o Alface é nosso evangelizador em Brasília do Savage Worlds, e está sempre de prontidão para trocar uma idéia com a galera que quer conhecer o jogo.

    Depois volta aqui e nos conta sua experiência quando testar o sistema.

    Abraços!

  3. Muito maneiro o podcast, deu pra perceber bem as qualidades,e talvez por isso ele seja um dos meus sistemas favoritos atualmente, ainda mais porque o Brasil tem vários cenários interessantes e outros que ainda estão por vir.

    Didi é uma figura, e o papo de Tagmar me trouxe a vontade de colocar o cenário para SW ! Atualmente eu estou com uma mesa deste sistema baseada na série Supernatural, porém ambientada no Brasil .

    Abraços e vida longa ao d30 !

Leave a Comment