#59 Podcast D30 – Por Crom, vamos falar de Conan!

“Crom, pela primeira vez eu rezo a ti, se me ouvir, me de a vingança, se não, vá para o inferno!” – Conan.

Cães sarnentos, ouçam as palavras que temos para passar para vocês a respeito deste ícone da literatura de espada e feitiçaria, que ganhou vida própria e hoje figura como uma lenda do mundo pop. Estamos falando de Conan da Ciméria, o bárbaro, ladrão, pirata, mercenário, rei.

Nascido da mente fértil do genial escritor norte americano Robert E. Howard, Conan, apareceu primeiro na forma de contos em revistas pulp na década de 1930, passando para os quadrinhos nos anos 1970, posteriormente para livros de compilações e, por fim, caindo em todas as mídias.

As boas histórias de Conan apresentam uma mistura sagaz de filosofia, percepção sobre o mundo moderno e sua “civilização”, selvageria, ação e terror. Toda essa abordagem serviu para transformar o gigante de bronze em um dos pilares para a criação de Dungeons & Dragons, o primeiro e maior RPG do mundo, e a influência direta do Cimério ecoa por todas as criações posteriores nas histórias de fantasia e RPG.

Por isso, seus malditos cães, se não conhecem esse mito, parem tudo que estiverem fazendo e ouçam esse podcast. Se já conhecem, ouçam para saber curiosidades a respeito deste fantástico mundo que foi debatido por Gene Cavalcante, Marcello Larcher e eu – Janary Damacena; todos fãs incontestáveis deste personagem.

Ah, ainda temos um artigo do ML muito maneiro, escrito à época do lançamento do último filme (com Jason Mamoa), completamente focado nos RPG’s sobre esse cenário.

 

| Open Player in New Window

E ATENÇÃO: Não esqueça que seu comentário é fundamental para sabermos o que está indo bem, o que desagrada, temas futuros, sugestões e afins. Então, deixe seu recado aqui no site ou envie pelo nosso Facebook, ou ainda pelo e-mail d30rpg@gmail.com. Também temos um grupo de whatsappaqui está o link, mas pode usar o código QR ali do lado.

Para download clique com o botão direito do mouse e a opção “salvar como” em um dos seguintes links: MP3ZIP. Para acrescentar nosso podcast no I-tunes é só seguir esse endereço.

Um pouco do que a gente falou no podcast:

Gurps Conan

Conan – Adventures in an Age Undreamed of

Conan RPG

A Espada Selvagem de Conan

Conan Rei

Conan da Mythos Editora

Conan, o Bárbaro 1984

Conan, o Bárbaro 2011

Oliver Stone sobre Conan

Apêndice N de D&D

Star Trek Adventures

Nosso post sobre Conan RPG:

As aventuras de Conan em RPG

Esse ótimo artigo de um colega aqui do grupo D30:

Conan, o Bárbaro. Na literatura, cinema e RPG

E o musical que o Alface nos mostrou depois de gravarmos, infelizmente:

Sobre Janary Damacena

Janary Damacena escreveu 104 posts neste blog.

Sempre interessado em narrações fantásticas e de horror, apreciador de boa interpretação e defensor da regra de ouro.

Comments

  1. Curti o episódio!

    Li um conto de Conan por causa de vocês, muito bom!

    Vocês tem certeza de que os contos de Conan estão liberados em questão de direitos autorais? Dá para usar para fins comerciais, editar e etc? Porque eu tive algumas ideias…

    1. Author

      Tudo bom Marcelo?

      É uma enorme satisfação para nós, que depois de ouvir o podcast você tenha ido atrás dos contos! É realmente gratificante! Por curiosidade, qual foi?

      Não é possível precisar se os contos já estão liberados dos direitos autorais. A lei norte americana é meio nebulosa, principalmente na questão de disputas judiciais. Em tese, a duração dos direitos autorais por lá é de 70 anos após a morte do autor, ou 120 anos após a criação ou 95 anos após a publicação (o que for menor). Como o Howard morreu em 1936, teoricamente a partir de 2006 estaria com suas obras liberadas, mas isso não se aplica a comercialização do personagem. Recomendo dar uma lida no texto completo da lei: https://www.copyright.gov/title17/

      Tomar muito cuidado com o que você quer fazer também é uma boa recomendação kkkkkkk

      forte abraço!

      1. Ah, eu li primeiro a Torre do Elefante. Depois li alguns outros, não me lembro muito a ordem. “A Rainha da Costa Negra”, a “Filha do Gigante”, a “Fênix na espada” e mais algum.

        1. Author

          Você leu uma sequência de excelentes contos, talvez os melhores hahahahaha mas ainda tem muitos outros bacanas. O que tem achado da leitura?

          1. Eu estou gostando da leitura, me dá vontade de jogar todos os contos como aventuras de RPG! Mas acho que não existe sistema bom para isso. D&D com certeza não é bom. Acho que preciso dar uma lida no GURPS Conan, talvez seja bom para mim porque gosto de GURPS. Mas estou tão na pegada de Dungeon World que acho que é o que eu usaria.

  2. Acabei de ler “A Filha do Gigante de Gelo”.

    Spoiler.

    Lá Conan tenta fazer um estupro.

    1. Author

      Tem bastante tempo que li esse conto, mas a percepção que tive na época não foi essa. Apesar da selvageria com que ele investe, tem muitos elementos mais envolvidos nesse trecho da história. Vou tentar reler esses dias para opiniar melhor!

    2. Sim, mas logo a gente percebe que é o efeito da filha, que é uma espécie de sereia do gelo que atrai os homens para a morte… sem dar mais spoilers ainda.

Leave a Comment