Tudo que você queria saber sobre o Savage Worlds Edição Aventura mas tinha medo de perguntar

 

Ontem, às 09:00, a Retropunk Publicações deu início ao seu mais novo financiamento coletivo: o Savage Worlds Edição Aventura (CLIQUE AQUI PARA O FINANCIAMENTO), e juntamente com Stefano Aires, e Gene Cavalcante decidimos apresentar a vocês um pouco do que mudou nessa nova edição.

Não é de hoje que vemos nossos sistemas favoritos lançarem novas edições, com novas regras, nos tirando da tão querida zona de conforto. Junto das novas edições vem aquele sentimento de dúvida: “será que eu mudo ou fico por aqui mesmo?” .
O Savage Worlds, publicado aqui no Brasil pela RetroPunk Publicações é um sistema genérico e modular de grande flexibilidade que atingiu uma grande visibilidade e popularidade no mundo todo. Aqui no Brasil estamos na segunda edição que equivale a Deluxe Edition lá fora. No início deste ano foi lançado lá fora o Savage Worlds Adventure Edition ou SWADE. O novo livro trouxe muita polêmica, alguns narizes tortos e vários questionamentos como:
“Preciso comprar a nova edição? Devo vender meus livros da segunda edição brasileira?”
“Mudou tanta coisa assim? “Vai ser a mesma coisa que aquela tal edição do outro sistema que estragou o melhor rpg de todos?” Sem mais delongas, vamos tentar dar as nossas impressões desta edição e responder as indagações de forma mais detalhadas nas próximas linhas:

E o que mudou? Uma das principais mudanças está no uso de Perícias Básicas (Core Skill) nas quais todo o personagem começa com d4. São espécies de perícias guarda chuva que todo personagem médio tem um conhecimento mínimo. São elas: Atletismo (aqui foram absorvidas as seguintes perícias que deixaram de existir:Escalar, Nadar, Arremessar) , Conhecimento Comum, Perceber, Persuasão e Furtividade. Essa mudança torna a árvore de perícias mais limpa e abrangente e faz com que a escolha dos atributos seja mais importante ainda na montagem de um personagem eficiente. A perícia conhecimento deixou de existir, se segmentando mais, se tornando algo mais especializado. Ex: Eletrônica, Ocultismo, Ciência, Hacking, etc.
Um segundo ponto de mudança importante é o uso dos Benes. Antes os jogadores podiam usá-los para re-rolar jogadas e absorver dano. Agora, também podem ser utilizados, entre outras coisas, para re-rolar o dano, recuperar pontos de poder, sair do estado de abalado e influenciar a narrativa! Sim, com o uso de benes o jogador pode influenciar pequenos pontos da história para ajudar a solução de um problema particularmente difícil para o grupo. A grande notícia é que a regra “Coringas Selvagens” agora é parte oficial do jogo. Então, quando qualquer jogador sacar um coringa, TODOS os jogadores ganham um bene extra. Um ponto a se destacar é que falhas críticas (famosos snake eyes) não podem mais ser re-roladas, nem mesmo usando os benes.
Você que gostava daquele personagem sedutor e manipulativo, pois então…. Cabôô! A característica secundária de Carisma deixou de existir. Uma forma de refletir isso é com vantagens e aumentando os dados das perícias sociais. Ex: Conhecimento de Rua que era perícia virou vantagem.
Algo polêmico que gerou muita discussão na fase de testes do jogo foi a nova regra de perseguição. Agora são utilizados dois baralhos. Um deles é utilizado para formar uma trilha de cartas que indicam o prosseguimento da perseguição enquanto o outro é utilizado para puxar as cartas de ação de todos os personagens. Sim, agora todos podem agir.
Outras mudanças menores e incluem algumas vantagens e complicações, testes resistidos, truques, ajustes nas raças, antecedentes arcanos e algumas nuances do combate, . Neste último aspecto agora você pode realizar até três ações, por exemplo, (com as devidas penalidades) e acima de tudo: Você pode correr abalado! Bacana não?
Apesar de mudanças significativas nas regras a estrutura do jogo se mantém e a essência não muda. Savage worlds continua sendo um jogo dinâmico de ação rápida e selvagem! A Pinacle lançou, gratuitamente, um documento de conversão das regras da edição Deluxe para a SWADE (CLIQUE AQUI), onde você pode encontrar um resumo das principais mudanças e já ir testando algumas novidades enquanto aguarda a nova edição brasileira. De forma geral achamos que as mudanças foram significativas, sem mudar a essência do sistema,  tornando algumas decisões e ações mais intuitivas.
Todo o material futuro de SW no Brasil e no exterior será lançado para as regras da nova edição. Aguardamos ansiosos e já separamos o espaço na prateleira para a edição nacional.

Mais uma vez, o financiamento coletivo de SWADE está no ar pelos próximos 29 dias e você pode dar seu apoio para termos mais um belo produto com todo o material possível das metas normais e metas extra!

Seja mais um selvagem!

Sobre Mallien

Ricardo Souza escreveu 52 posts neste blog.

RPGista e Gamer por paixão, profissional de TI por profissão, nerd/geek por vocação e pai babão da pequena padawan e roleplayer in training Costela Maluka.

Leave a Comment