Enriquecendo seus jogos com acessórios

 

Quando comecei a jogar RPG há quase 20 anos, o hobby era muitos mais imaginativo do que é hoje. Digo isso porque nos meus jogos, e no da maioria das pessoas que jogava em meados da década de 90, as ações se passavam completa e unicamente na imaginação.  Quando muito um ou outro rabisco numa folha de papel.
Nós até tínhamos alguns jogos que traziam regras para se usar miniaturas (como o GURPS) mas era muito difícil obter material que desse suporte a essa forma de jogar. Lembro aos mais novos que não tínhamos internet (é, e nós sobrevivíamos sem ela!), então nada de entrar no google e procurar mapas quadriculados prontinhos, ou miniaturas de papel. Pra ser sincero até as fichas de personagens eram um problema pra conseguir. Quando encontrávamos um amigo que tinha a ficha, a gente ia no armarinho tirar cópia (também não tínhamos scaner) e guardávamos sempre uma pra poder tirar mais cópias quando necessário.
Hoje temos um cenário muito diferente da minha época. Eu poderia dizer que estamos na época do “RPG visual”. É bastante fácil obter mapas, miniaturas, marcadores, imagens, isso sem falar nos recursos multimídia.
Eu digo isso não com cara emburrada ou torcendo o nariz, como muitos mestres Old School fariam. Para mim os acessórios enriquecem, e muito, os jogos de RPG.
Mas quando falo de acessórios a primeira coisa que me vem à mente são miniaturas, e sobre essas já falei bastante aqui no blog. Hoje a minha proposta é falar sobre os outros acessórios, menos comuns, mas que servem tanto para melhorar o visual de sua sessão de jogo como até mesmo para dar uma força no trabalho do mestre.
Eu me lembro ainda hoje, que quando folhei a primeira vez o meu exemplar de Dungeoneer (o sistema avançado da série Aventuras Fantásticas) a aventura que vinha no livro em diversos pontos sugeria o uso de acessórios, e por muitas vezes eu os usei para dar um ar diferenciado às minhas aventuras. Portanto, se você pretende usar algum tipo de item para melhorar o visual de sua campanha vou tentar dar um forcinha…
Como eu já havia dito, os principais acessórios são miniaturas e mapas, mas desses eu já falei em outros artigos aqui do blog então vamos nos focar nos outros acessórios.
Acessórios Visuais
Eu definiria os acessórios visuais como aqueles que são dispensáveis e cuja necessidade não é tão grande. Os acessórios visuais servem apenas para diferenciar uma determinada cena da aventura e apesar de serem supérfluos podem fazer uma única cena e até mesmo uma aventura memorável.
Um exemplo bacana seria, o mestre/narrador, usar um tapa olho enquanto interpreta um pirata falastrão. Ou ainda: numa aventura em que os heróis tem que achar uma rara poção mágica para salvar um companheiro o mestre poderia colocar suco de groselha num frasco estilizado e dar para o jogador moribundo beber.
Mas os acessórios visuais podem contribuir para deixar as cenas e a interação entre os jogadores mais engraçadas e divertidas. Exemplo: o mestre pode vendar um jogador cujo personagem tenha ficado temporariamente cego, ou amordaçar um jogador cujo o personagem tenha ficado mudo.
É claro que a utilização desse tipo de acessório exige uma conversa entre os participantes e concordância de todos. e vale lembrar: nada de exageros…
Acessórios de Suporte
Alguns acessórios facilitam tanto a vida do mestre quanto a dos jogadores. A esses chamo de acessórios de suporte. Apesar de todos poderem passar sem eles a aventura provavelmente rolará mais solta e descomplicada se você utilizá-los. Dentre deste grupo eu citaria primeiro os notebooks e tablets, que hoje em dia já possuem uma gama enorme de ferramentas para facilitar a vida de mestres e jogadores. Mas não me deterei muito tempo fando sobre eles pois isso será tema de uma outra postagem.
Temos ainda os ítens mais simples que muitos de nós estamos acostumados a usar como calculadoras, cronômetros, réguas para desenhar os mapas, etc. Esses são quase indispensáveis e fáceis de se conseguir. Mas alguns outros você pode comprar ou fazer você mesmo, como: um controlador de iniciativas, bandejas de dados, torres de dados, etc.

Com o tempo todo mestre acaba sentindo falta de algumas dessas belezinhas.
Outro bom exemplo de acessório de suporte são as cartas de itens especiais. É apenas uma pequena carta que pode ser feita à mão ou no computador com estatísticas e informações sobre um item importante ou específico. Nesta carta podem estar descritos poderes de uma determinada arma mágica assim como o número de cargas de um determinado poder,etc. Esse mesmo tipo de acessório pode ser usado para deixar prontinhas as estatísticas de monstros que podem ser invocados por magos invocadores, ou mesmo dos companheiros animais de druidas. Isso agiliza a busca de informações na hora do jogo deixando a partida mais leve.
Acessórios de Controle
Este tipo de acessório é muito útil tanto para mestres quanto para jogadores, principalmente em sistemas de jogos mais realistas nos quais os números e quantidades são muito importantes. Eles são qualquer item que sirva para ajudar a manter o controle de sobre as estatísticas de jogos. Eu poderia citar marcadores para dinheiro, munição, poções e pergaminhos, e qualquer outro que vocês puderem imaginar. Eu já joguei campanhas de nível alto em que todos os jogadores usavam calculadoras para calcular danos e pontos de vida. Mas temos muitos tipo de acessórios que podem ser usados para controlar estatísticas de jogo variáveis.
Há alguns meses atrás achei um blog extremamente interessante que além de muitos dungeon tiles gratuitos pra baixar, disponibiliza vários tokens pra marcar moedas, munições, poções, etc.

Quem quiser dar uma conferida é o Kev’s Lounge. Quando vocês tentarem fazer o download ele te mandará pra uma loja virtual. Mas pode ficar tranquilo. As coisas que são pagas tem preço especificado e as que são gratuitas tem o preço zerado. Faça o cadastro “compre” os itens gratuitos sem pagar nada.
Houve um tempo em que eu usava um saquinho pregado na pasta onde ficavam as fichas de cada PJ. Nesse saquinho eu guardava marcadores de moedas de cada um deles. Isso resolveu o meu problema de jogadores reclamões que esqueciam de anotar tesouros, ou apagavam sem querer o número de moedas de ouro que possuíam.

Um outro exemplo são os marcadores de magia. São ótimos para aquele momento em que o conjurador fica em dúvida se uma determinada magia vai ou não acertar o inimigo ou os aliados. Nesse site tem vários marcadores pra você imprimir. Para um visual melhor imprima em transparência…

Bom galera esses são os acessórios que costumo utilizar nos meus jogos. A verdadeira utilidade deles é cada mestre ou jogador que terá que descobrir. Pra mim eles dão brilho e facilitam muito as minhas campanhas. Espero que tenho ajudado vocês, e quem tiver mais ideias de acessórios poste aqui nos comentários.
Publicado no blog Vórtex.

Sobre Rafael Thomaz

Rafael Thomaz escreveu 18 posts neste blog.

Mestre desde os 10 anos de idade. Jogador quase nunca. RPG no Coração e Tormenta na veia...

Comments

  1. Muuuuito interessante a idéia dos marcadores. Uma boa idéia é usar aquelas “pedrinhas” do war para esse fim, são pequenas e numerosas.

Deixe uma resposta para Bruno Silva Cancelar resposta