Saiba como foi o Encontro D30 de abril, com fotos!

A cada Encontro D30 eu fico mais feliz! Sério, é tão legal ver que, a cada edição, mais pessoas aparecem! Novos jogadores surgem, veteranos saem da toca, são testados jogos novos, e clássicos são revisitados. E isso é bacana demais! O rosto feliz de cada um dos presentes, se divertindo com as várias mesas preparadas pelos grandes mestres é a recompensa pelo esforço de passar dias organizando um evento como esse. Então, de cara, só temos a agradecer… veja as fotos!

O encontro foi realizado na Gibiteca do Sesc da 504 Sul, um lugar super legal, e que tem uma ligação especial com o RPG de Brasília. Muita gente começou a jogar ali, e agora muito mais gente pôde aproveitar esse espaço para jogar, novamente, pela primeira vez! Esse foi o caso da mesa old school que eu narrei, da primeira caixa básica de D&D, contando com um trio de iniciantes muito animados que saíram falando sobre participar dos próximos encontros.

E falando no Sesc da 504 Sul, a grande notícia é que fechamos uma parceria incrível com o pessoal de lá para os próximos Encontros – aqui ficam nossos agradecimentos à Fabrícia, que ajudou bastante durante todo o dia, e ao Samuel que colaborou para conseguirmos essa parceria. Duas pessoas que também precisam ser reconhecidas por “carregar o piano” são a Camila Tabet e Bebeto Miranda, que se desdobraram pra ajeitar a casa e manter tudo funcionando, principalmente no começo do dia. Bom lembrar ainda das meninas do Ateliê da Memê, sempre participando com mercadorias legais, e a Orgutal que não pôde levar jogos por causa da organização do Joga Brasília, mas o Luiz foi lá sortear entradas.

A manhã foi mais corrida que o habitual e, quando cheguei por lá, já tinha umas 20 pessoas esperando pela abertura do portão. E pouco depois de abrir, às 10h, o número dobrou rapidamente e as mesas começaram a lotar. Ainda bem que tivemos todos os mestres comparecendo no horário para honrar suas aventuras com o tema “Sonhos”.

Teve Projeto Roguerine 2.0, Filhos do Eden em D&D 5e, Savage Worlds no cenário de Raklot do Gene Cavalcante, o Mequetrefes do Rafael Canhête (não cara, a galera não se ofendeu em você zuar D&D hahaha), Tormenta RPG, a inusitada mesa de Choque de Cultura usando o Savage Worlds, a já tradicional mesa de Star Wars para crianças capitaneadas pelo Bianous, nosso grande amigo Betão que montou uma mesa de última hora e mais algumas que foram abertas sem inscrição, mas que não consegui acompanhar.

Se nesse período quase fica gente sem rolar dados, tamanha a concorrência que as mesas tiveram, imagina como foi durante a tarde – que historicamente é quando recebemos o maior número de jogadores e mestres. Pois é, se pela manhã tivemos um público estimado em cerca de 60 pessoas, depois do almoço apareceram por volta de 90 jogadores. Isso significa que durante todo o domingo, tivemos uma média de 150 participantes.

Durante a tarde, com o volume maior de jogos, tivemos também mais diversidade de sistemas e cenários, com partidas de 7º mar, The Secrets of Cats em FATE com as belíssimas fichas que o mestre Alface arrumou, Hora de Aventura, Yggdrasil na era Viking, Legend of the Five Rings, o cenário próprio de Threlia em Savage Worlds, o Yan Klier com uma adaptação do sistema Storyteller voltado à pirataria e uma mesa de Shadowrun 5e (que quase vai até a manhã de segunda hahaha).  Fora que teve a mesa do Carlos Adão de Malditos Goblins, que salvou um monte de jogadores atrasados para as mesas que já tinham lotado. 

Além disso, teve a galera do Green Peanuts Tavern marcando presença, como sempre, com as mesas dos Rolim’s Brothers – o Tiago com Monstro da Semana, e o Lucas com Dungeon World Saqueadores na Fronteira (queria ter jogado essa), a mesa disputada de Rastro de Cthulhu (lotada, e a última a terminar, né Brunno? kkk), o Caio Capella com Wraith: the Oblivion 20th na Brasília dos anos 1960 (que eu também queria ter jogado). E ainda teve as mesas dos D30’s Marcello Larcher com D&D 5e em Planescape, e uma mesa de Abismo Infinito do Ricardo Mallen, além do Raklot que já falei, do Gene Cavalcante, e de mim, com BD&D.

E isso foi um pouco do que rolou durante nosso evento de abril. Fiquem ligados nos nossos canais, que logo começaremos a organização do Encontro de junho. Inclusive a enquete para o tema já está rolando no Fakebook

E aqui estão as fotos:

53 Encontro D30

 

Sobre Janary Damacena

Janary Damacena escreveu 85 posts neste blog.

Sempre interessado em narrações fantásticas e de horror, apreciador de boa interpretação e defensor da regra de ouro.

Comments

  1. HAHAHAHAHA
    Mals, galera do Rasto se empolgou no Roleplay ???
    Muito bom o evento, o tema, a organização. 10/10

Leave a Comment