Artigo publicado em: 07/18/19 11:43 PM


Jogar RPG É Uma Armadilha no Encontro D30 de Agosto

Cuidado! É Uma Armadilha! O tema do próximo Encontro D30 é algo que está presente na vida de todo aventureiro! Mais mortal que um monstro, e mais difícil de perceber que um assassino invisível.

Procure bem as pistas, porque você vai estar em perigo nas aventuras do dia 18 de agosto, novamente no Sesc da 504 Sul.

Do dungeon mais escuro até a prisão tecnológica em forma de cubo, armadilhas são muitas vezes o motor de uma mesa de RPG. A bola de pedra prestes a esmagar os arqueólogos, ou a sala que se enche de água rápido, são muitos os exemplos clássicos de armadilhas.

Mas não vamos esquecer que um convite para negociações diplomáticas pode acabar em uma emboscada em território hostil! E uma esquadra de naves estelares pode chegar ao sistema de uma estação espacial já recebendo fogo pesado dos piratas espaciais, na mais clássica das arapucas!

Nossa ideia para este tema-desafio é justamente visitar as clássicas armadilhas. Seja em dungeons, labirintos cheios de perigos, ou na matrix, onde programas alertam sobre a invasão sutil de servidores.

Para o Encontro D30 – “É Uma Armadilha!”, os mestres já podem se inscrever por este link, e jogadores não precisam se inscrever. A gente sempre lembra que o tema é um desafio e que não precisa ser seguido se você não quiser. Mas é uma boa oportunidade de refletir sobre sua mesa e tentar sair do comum e inovar.

Recomendamos aos mestres que leiam esse post sobre aventuras em dias de eventos, as dicas do Valberto para estruturar sua aventura, e nosso podcast com dicas para mestrar em encontros. E aos jogadores que leiam nosso artigo e escutem nosso podcast sobre como ter a melhor atitude nas mesas de RPG!

Recapitulando:
Encontro D30: É Uma Armadilha
Onde: SESC 504 Sul
Quando: dia 18/08, das 9h30 às 18h30
Como: grátis

Sobre Gene

Eugênio Cavalcante escreveu 34 posts neste blog.

Eugênio "Gene" Cavalcante Mestrando e jogando qualquer coisa desde 1992.

Comments

  1. Bem que podiam voltar os temas mais inspiradores que tanto desafiavam os mestre vulnotários. A não ser que isso seja mesmo uma armadilha.

Leave a Comment