# 51 PODCAST D30 – Diceless, RPG’s que não usam dados

Quando a década de 1970 nos apresentou Dungeons & Dragons, trouxe junto uns dados incomuns que eram usados para testar a probabilidade de sucesso nas situações ocorridas na mesa. A função do dado é gerar um resultado aleatório restrito ao número de faces, e esse resultado pode ser modificado após a rolagem por meio das regras do jogo.

De lá para cá, a forma de se jogar RPG mudou um pouco, se expandiu, se diversificou e passou a ser realizada de inúmeras maneiras. Um desses estilos são os jogos que não usam dados em nenhum momento durante a partida, seja pela temática ou pelo sistema. Mas, não se enganem, essa ideia de “diceless” não é uma novidade, pois desde a década de 1990 começaram a surgir jogos que não usavam mecânica de rolar dados. Existe uma infinidade de RPGs com propostas incríveis para a não utilização de dados e isso não quer dizer que sejam menos divertidos que os demais!

Um dos pioneiros nos jogos Diceless, Erick Wujicick (criador do Amber Diceless Role-Playing, talvez o primeiro RPG que não usa dados), explicou em um artigo que a ideia para evitar rolagens surgiu durante uma campanha de D&D em que ele jogava com um ladino de poucos HP’s e tinha um mestre bem apelão. “Eu respondi da única maneira que parecia racional. Eu evitei completamente a rolagem de dados. Sem combates a curta distância e sem me arriscar. Se eu tinha que lidar com uma fechadura ou com uma armadilha, eu fui aprendendo que era só eu continuar a fazer perguntas e que Mike (o mestre) continuaria a me suprir com respostas imaginativas”, explicou.

Por isso, gravamos um debate maneiro onde mostramos opiniões sobre esse tipo de jogo e apresentamos alguns RPGs irados nesse estilo! Marcello Larcher, Gene Cavalcante, Ricardo Mallen e eu – Janary Damacena, nos juntamos mais uma vez com nosso grande brother “minduim” Thiago Rolim para esse papo. Então sentem em poltronas confortáveis para aproveitar mais essa edição!

 

| Open Player in New Window

ATENÇÃO: Não esqueça que seu comentário é fundamental para sabermos o que está indo bem, o que desagrada, temas futuros, sugestões e afins. Então, deixe seu recado aqui no site ou envie pelo nosso Facebook, ou ainda pelo e-mail d30rpg@gmail.com. Também temos um grupo de whatsappaqui está o link, mas pode usar o código QR ali do lado.

Para download clique com o botão direito do mouse e a opção “salvar como” em um dos seguintes links: MP3ZIP. Para acrescentar nosso podcast no I-tunes é só seguir esse endereço.

Um pouco do que a gente falou no podcast:

Abismo Infinito
A Fita
Amber
A Bandeira do Elefante e da Arara
Blood and Honor
Burning Wheel
Castelo Falkenstein
Desafiantes
Este Corpo Mortal
Estúdio Ghibli
Everway
Fiasco
Goddess Save the Queen
Golden Sky Stories
Gunshue
Magic the Gathering
Marvel Heroic Roleplay
Microscope
Nobilis
Old School
Once Upon a Time
Over the Edge
Rastro de Cthulhu
Savage Worlds
Star Trek Adventures
Star Wars RPG

Sobre Janary Damacena

Janary Damacena escreveu 99 posts neste blog.

Sempre interessado em narrações fantásticas e de horror, apreciador de boa interpretação e defensor da regra de ouro.

Comments

  1. Cadê a Camila Reinehr?

    Gostei de conhecer alguns outros sistemas sem dados!

    Acho que essa questão de jogar sem dados tem muito potencial, acho muito estranho as pessoas jogarem praticamente só jogos com dados.

    Em LARP é tão comum jogos sem nenhuma aleatoriedade, e em jogos de tabuleiro os mais estrategistas preferem jogos sem nenhuma aleatoriedade… LARP sem aleatoriedade já joguei muito, acho que para LARP funciona melhor sem aleatoriedade mesmo.

Leave a Comment